sexta-feira, 7 de outubro de 2011

Leituras partilhadas

G. reagiu à última entrada. Tão amáveis as suas palavras, e tão evocativas!
Foram tempos intensos, a vários andamentos; por vezes, o caos. Houve fios a marcar o caminho - as mensagens, as chamadas...

São mais leves as leituras partilhadas.

[Esperemos que, ao invés, não se reabram feridas não cicatrizadas.]

2 comentários:

  1. (Re)começar como se fosse o primeiro começo, sem o lastro do passado. O presente e o futuro dão-se bem com a leveza, com a inocência, com a esperança.

    ResponderEliminar
  2. Amáveis palavras, as suas, como sempre.

    Um abraço!

    ResponderEliminar