segunda-feira, 19 de dezembro de 2011

Unexpected memories




(U2: "Even better than the real thing", by Maurice Béjart)

3 comentários:

  1. Inesperado. Como deve ser bom conseguir que o corpo absorva a música e se transforme nela.

    ResponderEliminar
  2. É verdade.

    O canto e a dança sempre me emocionaram muito, até por elevarem o mais elementar - movimento e voz, respiração -, por vezes até ao sublime.

    ResponderEliminar
  3. Cara Leitora, acabei de publicar a sua história pedida. Espero que goste. Desculpe a demora, mas os pequeninos constipados, o trabalho, os afazeres natalícios, esgotam totalmente o pouco tempo dos meus dias. Muito obrigada pela sua proposta. Adorei

    ResponderEliminar