quarta-feira, 2 de maio de 2012

Diário de Maria Amélia V

Acaba Maria Amélia de ler a última entrada, ou "post", da Leitora, reverberando ainda no seu cansado cérebro o eco das palavras citadas: ... respeito... fundamento da vida social e a salvaguarda contra a arbitrariedade e o uso discricionário da força... Maria Amélia, o alvo, Maria Amélia, a grande ameaçada, Maria Amélia, a rebelde visceral, Mariazinha, Mèlinha, o que for, o certo é que o pessimismo não virá, de mãos dadas com a estultícia, para estragar o jantar de logo à noite, para criar mau ambiente. Não secaram as fontes, apesar de a gatinha ter sido devorada pelo gatarrão da vizinha e as Friskies se revelarem inúteis. Maria Amélia, a dos bons ouvidos, escuta ainda um ténue miar felino [nada de hello kitty, garanto].

2 comentários:

  1. Maravilha! Inteligência e bom humor em doses perfeitas.

    ResponderEliminar
  2. Tão simpáticas palavras!
    (Gosto de recorrer ao insólito, com pitadas de humor negro, quando a estultícia ameaça vir jantar...)

    ResponderEliminar