terça-feira, 10 de julho de 2012

Poemas a uma promessa de Verão


Audrey Hepburn
(Google Images) 



Um dia acorda-se e o abismo é berço,
E o diabo mais do que um irmão.
Todo o desvio tem o seu preço.


Luiza Neto Jorge, Poesia, Lisboa, Assírio e Alvim, 2001.


AINDA A POESIA

A poesia não é feita por um nem por todos,
nem esteve nunca na rua.
A poesia está na aspereza das coisas contra nós,
tão mais nítidas ao nosso olhar isento
quanto mais doem no coração silencioso.


Luís Filipe Castro Mendes, Lendas da Índia, Lisboa, D. Quixote, 2011.

4 comentários:

  1. Como sempre, Leitora, as suas escolhas são inteligentes, pensadas, dispostas com bom gosto. E permitem leituras alusivas bastante interessantes.

    A fotografia contém o toque de elegância que a caracteriza.

    Gostei muito.

    Um beijinho, Leitora.

    ResponderEliminar
  2. Bonito blog, o seu!
    Parabéns! Dá gosto navegar nele...

    ResponderEliminar