quarta-feira, 11 de julho de 2012

Vanitas vanitatum et omnia vanitas


Jean Cousin, O Velho, Eva Prima Pandora (c. 1550) 


Ao espelho

E de repente chegas aos
quarenta e tal anos

 e palavras como colesterol
hipertensão astigmatismo

começam a invadir a tua
vida... Olhas para trás e

o que vês? Uma pomba
com uma das asas ferida

condenada ao mais terrí-
vel pedestrianismo


Jorge Sousa Braga

in Clara Rocha, A caneta que escreve e a que prescreve: doença e medicina na literatura portuguesa (Antologia), Lisboa, Verbo, 2012.


Ainda não quarenta e tal, mas quase. De repente, aquela imagem no globo, como um ferro em brasa; de repente, ali estavam as longas asas da garça, partidas.

Agora era tempo de sensatez e de aprender com os exemplos. Era tempo de abrir a porta a outro léxico: análises, astigmatismo, colesterol, tiróide, mamografia, radiografia, citologia, estatística, probabilidade, exames, prevenção... e mais lexemas impossíveis de fixar.

[Acho melhor voltar ao espelho da Bela, onde voam, gráceis, as aves do paraíso.]

Sem comentários:

Enviar um comentário