quinta-feira, 11 de outubro de 2012

O esplendor de Portugal



João César Monteiro, Recordações da Casa Amarela (1989)
 
 
Que difícil dar Os Lusíadas, neste outono, quando a tropa fandanga não arreda. Onde estão a gloriosa praia, os heróis e as caravelas de outrora? Só se descortinam estes dizeres e este porto, à volta da cidade triste e do seu rio esverdeado. 

Sem comentários:

Enviar um comentário