quinta-feira, 2 de maio de 2013

Penas (tantas)

 
"Sobre as ondas asas. Sobre o meu coração penas."

 
 
Luísa Dacosta, Morrer a Ocidente, Porto, Figueirinhas, 1990.

Sem comentários:

Enviar um comentário