terça-feira, 24 de setembro de 2013

António Ramos Rosa (1924-2013)


 
Num ponto qualquer
sensualmente subtil
algo que antes não servia para nada
irradia agora habitada surpresa.
 
 
António Ramos Rosa, Dinâmica Subtil, Lisboa, Ulmeiro, 1984.
 
 




Sem comentários:

Enviar um comentário