domingo, 22 de dezembro de 2013

Boas Festas!

A todos, desejo um Feliz Natal e um Bom Ano Novo!
 

Josefa d' Óbidos, A adoração dos pastores

terça-feira, 10 de dezembro de 2013

endless

Nem apetece chamar-lhes envelopes.  Está frio, não há liquido que aquente, mesmo que em dose reforçada. Talvez um agasalho de caxemira, talvez uma bebida mais espirituosa. Ainda assim...

quinta-feira, 5 de dezembro de 2013

As bailias medievais (lidas hoje)

Catarina Nunes de Almeida reescreve as cantigas de amigo e de amor, revelando a sensualidade que, tão encantadoramente, já aquelas sugeriam:
 
O único maremoto de que há memória
aconteceu nos teus cabelos que hoje são lisos
e deixam a água pelos tornozelos
até ser de manhã.
 
Agora até a terra passou.
Cruzam-se valsas e expedições na curva do seio
 a música não cabe na boca das aves
 
e nós, meninas, bailaremos i.
 
Catarina Nunes de Almeida, Bailias, Porto, Deriva, 2010.

domingo, 1 de dezembro de 2013

Ciberpoesia - poesia combinatória

Um poema (aleatório) a partir de uma cantiga medieval, ou melhor, de uma versão de Salette Tavares (?), degenerada espontaneamente, só com um clique!

amigo castigo amigo, por Ana E.

December 1st, 2013
Conhecido
ai mal comigo
meu tigo amigo vivo
tão moço nosso posse
apodrecido comovido.

Podrido
ai sem comigo
que o vento corta cerce,
contigo em cada passo
espaço abre e cresce.

Comigo
além amigo
castigo tecido tigo
da flor que digo e deste
o fresco me repete.
 

Earl Grey (The finnest blended tea)



(Google Images)